domingo, 14 de setembro de 2014


PANORAMA LITERÁRIO

Os desastres da guerra

Novo livro de Ferreira Gullar sai ainda este ano

Ferreira Gullar/Foto: reprodução

A coluna ‘Panorama Literário’ adianta que vai se chamar Os desastres da guerra o novo livro de Ferreira Gullar, que será lançado ainda este ano. Com poemas e colagens que o autor faz com envelopes das correspondências que recebe, o livro tem título inspirado na série homônima de gravuras de Goya — pintor que Gullar adora. “Meu livro fala sobre bichos, é uma brincadeira, não tem a dramaticidade da guerra”, diz o poeta. A coluna adianta ainda que a eleição de Ferreira Gullar, único candidato à vaga de Ivan Junqueira na ABL, será dia 9 de outubro.



Meu querido canibal, de Antonio Torres

O autor constrói relato biográfico sobre o índio brasileiro


Os primeiros habitantes do Brasil acabam de ganhar uma obra que faz jus a sua coragem e seus valores. Meu Querido Canibal (Record, 192 págs., R$ 20), de Antônio Torres, relato sobre as primeiras décadas de 1500, introduz os brasileiros no universo mágico do líder indígena Cunhambebe – provavelmente, nosso maior guerreiro de todos os tempos. Temido e adorado, Cunhambebe foi o mais valente dos índios que lutaram contra a “escravidão ou morte” imposta pelos portugueses na época do Descobrimento. Um livro perfeito para professores de literatura, artes e história realizarem um trabalho conjunto, excelente para ser dramatizado.



Coletânea de Poetas Cabenses


A Bagaço e a Academia Cabense de Letras – ACL promoveram o lançamento da "Coletânea de Poetas Cabenses", numa noite de festa da literatura pernambucana, na última quinta (11/09), nos jardins da APL. Vários poetas cabenses com projeção no estado e nacional participam da Coletânea, entre eles: Mário Hélio, Ivan Marinho, Natanael Lima Jr, Douglas Menezes, Frederico Menezes, Eugênio Carvalho, e os já consagrados: Celina de Holanda, Zeca Plech, Theo Silva, Gabriel Dourado, entre outros nomes. A Coletânea é dedicada à memória do poeta e presidente de honra da ACL, Antonino Oliveira Júnior e organização da acadêmica Tereza Soares.



Concurso público nacional para professores na França terá livros de autores brasileiros

O premiado Eles eram muitos cavalos,
de Luiz Ruffato


O Ministério da Educação da França elegeu três títulos brasileiros para integrar a lista de leitura obrigatória em concurso público nacional para professores de português. O premiado livro Eles eram muitos cavalos, de Luiz Ruffato, está na relação. Ao lado de Ruffato, estão outros dois grandes nomes da literatura brasileira: Machado de Assis, com Memórias Póstumas de Brás Cubas, e Rubem Fonseca, com Romance Negro e Outras Histórias.



ABL lança VOLP em aplicativo para tablets e celulares*

O acesso ao app é gratuito


A Academia Brasileira de Letras (ABL) acaba de lançar o aplicativo do Vocabulário Ortográfico da Língua Portuguesa (VOLP) para tablets e celulares. O usuário, que pode baixar o app gratuitamente na App Store ou no Google Play, poderá fazer consultas aos 381 mil verbetes descritos no VOLP. “A tendência do mundo é a composição entre o que é impresso e o que é digitalizado e disponibilizado através dos serviços da Internet. A popularização dos iPads, celulares, e de todos os novos veículos de comunicação é inevitável,  e a Academia, com o aplicativo, poderá prestar serviço a um número cada vez maior de usuários, especialmente os estudantes”, afirma  o presidente da ABL, Acadêmico Geraldo Holanda Cavalcanti. 

*Fonte: PublishNews






0 comentários:

Postar um comentário

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima