COLUNISTAS




DIEGO MENDES SOUSA

Nasceu na Parnaíba, no litoral do Piauí. Com a sua obra “Metafísica do Encanto” (2008), foi galardoado com o Prêmio Olegário Mariano da UBE-RJ. Como escritor, é membro efetivo da Associação Nacional de Escritores (ANE) e do PEN Clube do Brasil. Como Advogado e Jurisconsulto, pertence à Academia Brasileira de Direito. Como Jornalista, fundou o jornal “O Bembém”, com Benjamim Santos e Tarciso Prado. Atualmente, é Funcionário Público Federal. Publicou recentemente os livros: Gravidade das Xananas, Tinteiros da Casa e do Coração Desertos e O Viajor de Altaíba, todos publicados pela Penalux, 2019. Atualmente colabora com o site literário pernambucano “Domingo com Poesia” – DCP.






LOURDES NICÁCIO


É pernambucana da fazenda Canabrava pertencente ao município de Belém do São Francisco. Reside no Recife desde 1980. Professora, poeta, escritora, editora. Integra a Academia Recifense de Letras, a Academia de Letras do Brasil-ALB/PE e a União Brasileira de Escritores/PE. Seus livros, estudados nas escolas e universidades, renderam prêmios, homenagens, peças de teatro, monografias, comendas, entre outras. Idealizou e coordenou, com a poetisa Maria do Carmo Barreto Campello de Melo, o Programa Academia/Escolas da Academia Pernambucana de Letras, editora da revista de Literatura Novo Horizonte. Autora de 10 livros publicados, além de organizar 8 obras temáticas. Integra também a Associação dos amigos da Biblioteca Pública de Pernambuco/SABEPE. Atualmente colabora com o site literário pernambucano “Domingo com Poesia” – DCP.

Email: lourdesnicacio10@bol.com.br







MARIA DE LOURDES HORTAS 

Nasceu em São Vicente da Beira, Portugal, em 1940. Escritora, poetisa e ficcionista. Ganhou vários prêmios literários, entre os quais o do Secretariado Nacional de Informação, Lisboa, pelo livro Aromas da Infância, 1964, com que estreou. Fez parte do Conselho Editorial do Jornal Literário Cultura & Tempo (1981/1983), e da Revista Pirata Edições (1983/1984). Foi, durante várias gestões, diretora cultural do Gabinete Português de Leitura de Pernambuco. Tem 11 livros de poesia publicados. Organizou várias antologias, entre elas, Palavra de mulher e Poesia feminina brasileira contemporânea (1979); A cor da onda por dentro (poesia para crianças); Poetas portugueses contemporâneos (1985). Como ficcionista publicou os romances Adeus Aldeia, Diário das chuvas e Caixa de retratos, este último traduzido e publicado em Buenos Aires (2008). Atualmente colabora com o site literário pernambucano “Domingo com Poesia” – DCP.








NEILTON LIMEIRA FLORENTINO DE LIMA

Nascido em Águas Belas / PE em 1976. Mestre em Teoria da Literatura (UFPE, 2007). Licenciado em Letras Português / Inglês (UFPE, 2003); com Extensão Universitária em Literatura Pernambucana (IAHGPE, 2002); Professor de Língua Portuguesa e Literaturas na FOCCA (Coordenador, Professor e Orientador no Curso de Graduação em Letras); Revisor Ortográfico da Revista Scientia Una da FOCCA; Professor e Orientador na UNISÃOMIGUEL (Letras); Professor convidado nos Cursos de Pós-Graduações pela FACOL; Coordenador de Eventos na UBE; Membro da Câmara Brasileira do Desenvolvimento Cultural; Revisor e Consultor de Textos; Poeta, Escritor com as seguintes Publicações: Antologias: Mutirão de Poesia, RS (1997), Nova Geração da Poesia Brasileira, RJ (2002); Staccato, PE (2005); Áfricas de África, PE (2005), Revista Café com Letras, PE (2006), Em Pessoa, PE (2007), Revista Scientia Una, PE (2009; 2010; 2014; 2015; 2016; 2017), Falo com Flauta & Poesia, Selma Ratis, PE (2012), Poesia Pernambucana Hoje. Vol. 1. Vital Corrêa de Araújo, PE (2013); Um Jeito Diferente de Filosofar, Martinho Queiroz, PE (2014); Dicionário Escolar da Diversidade Cultural Pernambucana, Adriano Marcena, PE (2014). Dossiê de Gustaff, Alexandre Santos, PE (2015); Raspando o tacho, Adriano Marcena, PE (2015); Ensaio Sobre a Canção Árida, Natanael Lima Jr. (2019). Além de poemas e estudos ainda inéditos. Premiações: Menções Honrosas no Mutirão de Poesia (RJ, 1997) e no XI Concurso Nacional de Poesia (RS, 2004). Atualmente colabora com o site literário pernambucano “Domingo com Poesia” – DCP.








VERNAIDE WANDERLEY

É escritora e poeta, sertaneja da cidade de Patos-PB. Na década de 60, no início da adolescência, migrou para o Recife, onde reside até hoje - tornando-se paraibana-pernambucana para sempre. Formou-se em Biologia e tem Mestrado (Recife-PE) e Doutorado em Geografia Humanística, com aporte na literatura, pela Universidade Estadual Paulista – UNESP, Rio Claro-SP. Exerceu suas atividades profissionais de pesquisadora social sempre na Fundação Joaquim Nabuco- FUNDAJ, dedicando-se nos dez últimos anos de suas atividades naquela Instituição ao estudo geo-sócio- antropológico do espaço e lugar Sertão a partir de obras literárias. Participou do grupo de escritores que reabriu a União Brasileira de Escritores, em 1985 (UBE- Recife-PE), fez parte da direção da entidade por duas gestões consecutivas. E participou do grupo de base do Movimento Pirata (1980-1984). Publicou poemas na imprensa local e nacional e tem participação em antologias nacionais e estrangeiras. Publicou os livros: Tatuagem (poesia). Recife: Edições Pirata, 1981; Litorgia - Ou Poemas Com Rimas Vermelhas. João Pessoa: Editora União, 1987 (Prêmio Othon Bezerra de Melo/1985, da Academia Pernambucana de Letras; Prêmio Guararapes/1986, da União Brasileira de Escritores – Seção Rio de Janeiro-RJ); Duas histórias de guia. Recife: Companhia Editora de Pernambuco/CEPE, 1ª ed. 1991, 2ª ed., Edições Bagaço, 1992 (Prêmio Luís Jardim – Literatura Infantil/1990 – FUNDARPE-PE); Rota dos inocentes (conto-poema). Recife: Fundação de Cultura Cidade do Recife/CEPE, 1992; As raízes que invadiram a casa (romance). São Paulo: Editora Patuá, 2012 (Menção Honrosa do Prêmio Lucilo Varejão – Ficção/1995 – Secretaria de Educação e Cultura da Prefeitura do Recife); Viagem ao sertão brasileiro - Uma visão geo-sócio-antropológica de Ariano Suassuna, Euclides da Cunha e Guimarães Rosa (co-autoria) – CEPE/FUNDARPE, Governo do Estado de Pernambuco, 1997 (Menção Honrosa de Prêmio Casa Grande e Senzala/1998 – FUNDAJ); A pedra do reino – Sertão vivido de Ariano Suassuna - Tese de Doutoramento, IGCE/Universidade Estadual Paulista, Rio Claro –SP (Menção Honrosa do Prêmio Nelson Chaves de Teses sobre o Norte e Nordeste Brasileiros, 1998 – FUNDAJ, Recife-PE, inédita). Atualmente colabora com o site literário pernambucano “Domingo com Poesia” – DCP.







VALMIR JORDÃO


Poeta, compositor e performer. Nasceu em 1961, no Recife, participou do Movimento dos Escritores Independentes no início dos anos 80. Apresenta-se nas praças, teatros, escolas, sindicatos, etc. Participa de saraus, oficinas e eventos culturais em Recife, Olinda, São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza, Salvador, Natal, Belém, Manaus, etc. Publicou vários livros, entre eles: Sobre Vivências, ed. Pirata, 1982, Anartistas in nuliverso, 1985, Antípoda, ed. Escalafobética, 1990, Poe Mas, ed. Escalafobética, 1999, Hai Kaindo na Real, 2008, Poemas Diversos, 2013, Poemas Reunidos, 2014, Poemas Recifenses, ed. Escalafobética, 2018. Atualmente colabora com o site literário pernambucano “Domingo com Poesia” – DCP.


Email: valmirsjordao@gmail.com 






































COLUNISTAS COLUNISTAS Reviewed by Natanael Lima Jr on 19:42 Rating: 5