domingo, 27 de setembro de 2015


A FLIPO DEBATEU A TRANSVERSALIDADE DAS ARTES

Palestras, mesas redondas e conferências foram algumas das atividades da festa literária





A charmosa praia de Porto de Galinhas foi palco da terceira edição da Festa Literária Internacional do Ipojuca, realizada de 17 a 20 de setembro. O evento literário, com a curadoria de Alexandre Santos e realização da Câmara Brasileira de Desenvolvimento Cultural, levou ao balneário uma série de atividades como palestras, mesas redondas e conferências, além do 3º Congresso Mundial de Engenheiros Escritores e o 5º Encontro Pernambucano de Escritores. O grande homenageado da festa foi o médico e escritor Waldênio Porto.

A Flipo debateu a ‘A transversalidade das artes’, além da discussão de temas literários, incluindo aqueles relacionados com o empreendedorismo cultural e cadeia produtiva e comercial do livro.


Os editores do DCP Natanael Lima Jr e Frederico Spencer
debateram sobre ‘cinema e literatura’


Para o escritor e curador Alexandre Santos, “ao propor a discussão da transversalidade das artes, seguindo um fenômeno antigo, mas melhor percebido pelo grande público nos dias atuais, a FLIPO pretendeu explorar a relação da literatura com as outras artes, inclusive com aquelas que despontam no horizonte dos novos tempos graças ao avanço científico e tecnológico”.

Com a edição 2015, sem perder a juventude, a FLIPO atingiu um elevado grau de maturidade, se inserindo, conforme a proposta original da Câmara Brasileira de Desenvolvimento Cultural, entre as festas literárias mais charmosas do País, concluiu Alexandre Santos.



0 comentários:

Postar um comentário

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima