domingo, 8 de novembro de 2015


CONTO DE AIEYCHA KAROLINE (MENINA E O ABSORVENTE)


Escritora Aieycha Karoline (14 anos), aluna da oficina
de Fernando Farias / Foto: divulgação




Chegou o dia da primeira menstruação.  Muito assustada, ela chorou e disse “estou perdendo muito sangue e agora eu vou morrer”! A mãe disse: “filha, não, você não vai morrer, na sua idade acontece isso, é a menstruação, tome isso para você não se sujar.
Quando ela pegou o absorvente escutou uma voz:
− Por favor, não me coloca eu aí não, tem muito sangue.
− Mas a minha mãe disse que era para colocar você, para eu não sujar a minha roupa.
− Se você me usar eu fico com muito sangue e depois você me joga no lixo.
− Mas você foi feito para isso.
− Mas você tá tirando muitas vidas de absorventes. Coitado de nós, pobres absorventes. Vamos morrer no lixo.

E todo mês, nos quatro dias, ela matava muitos absorventes.



Um comentário:

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima