domingo, 21 de setembro de 2014


POEMAS DA SEMANA

Poemas de Ângelo Monteiro, Cícero Melo, Marcelo Mário de Melo, Frederico Spencer e Natanael Lima Jr



DISCURSO SOBRE O VAZIO
Ângelo Monteiro

Dura necessidade
de invocar os objetos,
como se dependêssemos
deles para existir.

Como se o seu vazio
fosse menor que o nosso:
nós que usamos palavras
por medo do silêncio.



O GOLEM
Cícero Melo

Guardo o poema da Criação
E as faces dos deuses
Em minha memória de argila
E nudez primogênita.
O primeiro vento deu-me o espaço,
com corpos celestiais,
e uma casa.
O segundo, o tempo e o nada.



POESIA E MEIA
Marcelo Mário de Melo

Lambendo fios de luz
bebendo água de fogo
surfando ondas em chamas
olhando rosto de nuvem
roçando seio de rosa
tirando saia de estrela
cavalgando a meia lua
nadando na lua cheia:
vida com poesia e meia.



POEMA WEB
Frederico Spencer

Procuro-me
no google encontro
quem sou, realmente?
esta grafia perpassada
pelo tempo, salvo na rede
nos arquivos
das nuvens
nas teias
das conexões
por um fio, permaneço
sem chegar, a lugar nenhum
dado às digitais
além do corpo
lá fora. Nada além
nesta solidão, desfio.



PREMONIÇÃO
Natanael Lima Jr.

A cidade aflita deixa existir:
o caos, o medo, o pânico
em mim.

O medo prometeu
embora (ainda) acorrentado
transgredir o fim.

dezembro/2009




0 comentários:

Postar um comentário

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima