domingo, 17 de junho de 2012


A Leitura de Mundo Precede a Leitura da Palavra


Natanael Lima Jr*


 








A prática da leitura não corresponde apenas a uma simples decodificação de símbolos, mas, significa, de fato, interpretar e compreender o que se lê. A leitura precisa permitir que o leitor apreenda o sentido de texto, não podendo transformar-se em uma decodificação de signos linguísticos sem a compreensão semântica dos mesmos. Portanto, ressaltamos a necessidade do conhecimento prévio de mundo para compreensão da leitura, o qual pode inferir o caráter subjetivo que essa atividade assume.

O educador Paulo Freire sempre enfatizou em suas pesquisas que a leitura de mundo precede sempre a leitura da palavra. A leitura do seu mundo foi  fundamental para a compreensão da importância do ato de ler, de escrever ou de reescrevê-lo, e transformá-lo através de uma prática consciente.

Para o escritor Leonardo Boff, cada pessoa lê com os olhos que tem e interpreta onde os pés pisam. Para compreender o que alguém lê, é necessário saber como são seus olhos e qual é a sua visão de mundo. Isso faz da leitura sempre uma releitura.

A importância da leitura não está na visão equivocada de que ler é apenas devorar livros e livros, sem realmente serem lidos e compreendidos. A compreensão da prática democrática e crítica da leitura de mundo e da palavra mostra-nos que a leitura não deve ser memorizada como um ato mecânico qualquer, ela deve ser desafiadora e que nos ajude a refletir e analisar a realidade que nos cerca.

*Natanael Lima Jr é poeta, pedagogo e editor do blog domingo com poesia





POEMAS DE FREDERICO SPENCER, DORALICE SANTANA, ANTONIO DE CAMPOS E JUAREIZ CORREYA





A noite*
Frederico Spencer

O poeta é o cão
mordendo o osso da noite:
- sua/dor
no peito
efêmera má/
quina do tempo
sua usina de sonhos
noite a dentro.

*do livro “Abril Sitiado”. Ed. Bagaço, 2011.



Do luto
Doralice Santana

        Para Joseph R. Myers


Falo da amarga maternidade
Interrompida de Zuzu Angel
Das dores contidas
No peito das Mães de Maio
Da solidão das viúvas de guerra
No Iraque e no Afeganistão
Dos filhos que mesmo
Perdendo os pais já velhos
Sentem no peito um amor
Novinho em folha
Em uma saudade
Nascitura e imortal
Choro meu luto taciturno
Sozinha e recolhida
Choro meu luto
Parto a fórceps
De um natimorto.

Jaboatão dos Guararapes, 11/06/2012


Encontros de 4º e 5º graus com Seu Luiz
Antonio de Campos


Seu Luiz, agora que o senhor está metido
na mídia e virou moda,
virou boneco e nome de boteco
e em dezembro que vem,
de vivo vai fazer cem,

tá todo o mundo prosando
que teve com o senhor,
que mais o senhor umas talagadas tomou,
que isso e mais aquilo em sua companhia.

Eu também tive em sua companhia,
só uma bestidade,
como no sertão da gente se dizia.
 
Foi numa noite, véspera de São João de 62,
no Pátio de São Pedro
Quanto tempo e que tempo, seu Luiz!

O senhor caminhava pela rua estreita,
como quem fosse pra avenida

E eu com um bolachão
que de manhã não se come no café,
debaixo do braço,

aquele, O Reino do Baião,
de quatro faixas em cada lado,
com o senhor na capa
e um louro em seu chapéu de couro pousado,

topei com o senhor logo de frente
e de cara fui logo dizendo também –
Seu Luiz, por favor, autografe este disco pra mim!
E sua resposta matuta feito um repente –
‘Vixe, cumo tá vein’!

Mas o melhor encontro entre nós dois,
não foi esse, não, seu Luiz,
foi, num sonho que vi, o senhor filiz,
o fole puxando e cantando para mim.
 
Olinda, junho 08,
no cinquentenário de meus encontros com Seu Luiz



Gênesis*
Juareiz Correya

no dia da criação
o amor me fez
- céu
e te fez
- terra
e vendo que em nós
a vida havia gerado
ele se transformou
na mulher que tu és
e no homem que eu sou
e para sempre
se eternizou

*da antologia Poetas dos Palmares, 2ª edição.




3 comentários:

  1. Belo artigo, belíssimos poemas, Natanael. Ótima maneira de começar a semana, curtindo teu Domingo com Poesia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Gerusa, estamos buscando a cada atualização inovar e levar textos que motivem a leitura.

      Natanael Lima jr
      Editor

      Excluir
  2. http://cantodomeiopoeta.blogspot.com.br/2012/08/um-escritor-fazendo-politica-nao-nao.html

    ResponderExcluir

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima