terça-feira, 15 de agosto de 2000


BERNARDO GUIMARÃES

(Ouro Preto/MG, 15/08/1825 – Ouro Preto/MG, 10/03/1884

Poeta e romancista, ficou conhecido por ter escrito o romance A Escrava Izaura. Foi ligado ao movimento Romântico. Formou-se na Faculdade de Direito de São Paulo, participou da “Sociedade Epicureia”, introduziu no Brasil o “bestialógico” ou o “pantagruélico”, poesias que os versos não tinham nenhum sentido, mas eram metrificados. Foi precursor do Surrealismo. Grande parte de sua produção não foi publicada por ser considerada de conteúdo pornográfico. Foi homenageado como patrono da cadeira de nº 5 da Academia Mineira de Letras.
Principais obras: A Escrava Izaura (1875); O Seminarista (1872); Poesias Diversas (1865); Poema “A Baia de Botafogo” (1865); Novas Poesias (1876).


Minha Rede

Minha rede preguiçosa
Amorosa,
Em teu seio me embalança;
Quero ler nos céus risonhos
Doces sonhos
De ventura e de esperança.
Neste lânguido deleixo
Correr deixo
Minha vida descuidosa,
Contemplando ali defronte
No horizonte
Uma nuvem cor-de-rosa.
Pelo vão dessa janela,
Pura e bela,
Eu a vejo deslizar;
Pelo campo etéreo voga
Qual piroga
Cortando o cerúleo mar.
Linda nuvem, quem me dera
Pela esfera
Em teus ombros ir boiando,
E pairando sobre os montes,
Horizontes
Infinitos devassando!
Veria da minha terra
A alta serra,
Que há tanto tempo deixei;
E veria na janela
A donzela
Por quem tanto suspirei.
E os lares de minha infância,
Em distância
Pelo menos eu veria,
E as campinas, os ribeiros,
E os coqueiros,
A cuja sombra dormia...

(...)

Se penso nos meus amores,
Entre flores
Me sorri doce esperança:
E entre sonhos cor-de-rosa,
Amorosa,
Minha rede me embalança.
Os pesares, os queixumes,
Os ciúmes
Com horror dela se arredam;
Só prazeres sorridores,
Só amores
Em suas malhas se enredam.
Meus amigos, em mim crede:
Esta rede
Foi um presente divino;
Esta rede é encantada;
Uma fada
Me a deu em troco de um hino.
Minha rede sonolenta,
Vai mais lenta,
Vai-me agora embalançando;
Enquanto o suave sono
De teu dono
Sobre os olhos vem baixando.



0 comentários:

Postar um comentário

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima