domingo, 8 de março de 2015


PANORAMA LITERÁRIO

UMA COESIA E TRÊS AUTORES


No próximo dia 12 de março o escritor e jornalista Raimundo de Moraes apresenta aos leitores mais um personagem baseado na heteronímia – palavra que na linguagem literária significa pluralidade de personalidades na produção autoral, tendo Fernando Pessoa como o exemplo mais conhecido na língua portuguesa.

No livro Coesia surge a poeta americana (de origem sueca) Alma Henning, que teria escapado da 2ª Guerra Mundial junto com os pais, numa longa peregrinação de fuga, incluindo o Brasil na rota. Na segunda parte do livro, retorna Aymmar Rodriguéz, fazendo um grande contraponto de estilo, tempo e temática: enquanto a poesia de Alma nos remete ao movimento hippie e às lutas feministas da década de 1960, Aymmar nos traz o contemporâneo - ácido e irreverente, já registrado em seus livros anteriores, Baba de moço e Pornópolis.

O lançamento coincide com o aniversário de Olinda e Recife, e neste Coesia a capital pernambucana é retratada como uma monstruosa cadela, através do longo poema de Aymmar Rodriguéz, chamado A cadela emplumada – uma espécie de mini épico, acompanhando o crescimento da cidade desde o seu nascimento até os dias atuais.

Em seguida ao lançamento, será realizado um recital no auditório da Livraria Cultura, onde vários autores irão dizer poemas de Raimundo de Moraes e de seus heterônimos: Alma, Aymmar e Semíramis.

Serviço
Lançamento do livro Coesia
Alma Henning, Aymmar Rodriguéz, Raimundo de Moraes – posfácio de Lourival Holanda
Data: 12 de março, às 18h30
Local: Livraria Cultura Paço Alfândega
R$ 25,00



0 comentários:

Postar um comentário

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima