domingo, 22 de setembro de 2013


Poemas da Semana

Poemas de Frederico Spencer, Marco Polo Guimarães, Lula Côrtes, Almésio Nascimento e Jade Dantas


O abismo*
Frederico Spencer

 Img: Reprodução
  
Existe esse abismo
e este mergulho, nestes espelhos
em mim repartidos
no aço e cristal:
os caminhos do coração
à deriva, solar
no mais distante oceano:
existe algo, alguém
e as incertezas das marés
um sempre:  fundo dos espelhos
no coração, que teima
a superfície.
  
*Do livro “Abril Sitiado”, 2011







Paisagem
Marco Polo Guimaraes
  
Img: Reprodução


Corvos num campo de trigo
medem a extensão do silêncio,
este silêncio que é vácuo,
este silêncio inimigo.

Voam com asas quebradas
sob um sol limpo de vidro,
num céu deserto de tudo,
dentro de um vento infinito.

Quem pode ver na paisagem,
nesta paisagem calada,
algo que cale o presságio?

Corvos num campo de vidro
(corvos num campo de neve),
neste silêncio há um tiro.



Sem fim*
Lula Côrtes

 Img: Reprodução
  
Noite
Noite intensa novamente e tão vazia
O vento corre a casa
E a alma fria
Senta acabrunhada num canto
E escreve uma poesia

Meus Deus
Uma outra noite e nada passa
Por que o mar não lava essa agonia?

Piche, estrelada e tão profunda
A noite nos afunda
Fere e cala
Guardando pra amanhã talvez
A alegria

*Poema extraído do livro “Amor em Preto & Branco”



Almésio Nascimento
  
Img: Reprodução

(*)
A cor da vida é essa.
Que não vemos.
Que fazemos.
Que não fazemos.
Essa cor vem dos gestos. De amor.
Ou se não forem com esses gestos
Que cor veríamos senão a dor
A cor de qualquer sombra
Decifrada
À beira do nada.
  
(*)Fragmento de texto da obra “Golpes dos Ventos” (inédito)



O resto é silêncio
Jade Dantas*
  
Img: Reprodução
  
nos meus sentidos perdidos em brumas
no brilho das luzes que levo comigo
ressoa a melodia mágica
como fundo musical de um filme
e a pureza do que é verdadeiro
mas não vingou em seu tempo de ser
se tudo que queríamos se desfez
se hoje te abrigas em bemóis
e me conjugo evanescente em sustenidos
na sinfonia de um piano oculto
tu segues o caminho escolhido
e fico a desejar - segue feliz
e nos teus olhos de bússola e estrelas

que nunca esqueças do quanto eu te quis
  
*Jade Dantas é escritora, arquiteta e paraquedista. Nasceu na Paraíba e atualmente reside em Recife. Publicou o livro solo “Pelo Avesso”, tem trabalhos publicados em quatro antologias, resultado de concursos que participou, uma delas pelo Prêmio Mário Quintana (RS) e outra pelo Prêmio de Poesia da Prefeitura do Recife, participou também do livro de prosa e verso voltado ao sensual feminino, intitulado “Pimenta Rosa”, com diversas escritoras do Recife.



10 comentários:

  1. Um Blog maravilhoso, essencialmente bem sincronizado, perfeito, Natanael.
    Parabéns com um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jade, agradecemos seu comentário e tb pelo seu belo poema.
      Abraços,

      Natanael Lima Jr
      Editor

      Excluir
    2. Jade,

      Seu poema veio nos brindar, ajudar-nos a fazer este trabalho.
      Um grande abraço.

      Frederico Spencer
      Editor de Texto

      Excluir
    3. Agradeço muito a você, Frederico, que me vê desta maneira, e me incentiva com tanto carinho.
      Retribuo seu abraço e deixo com vocês minha amizade.

      Excluir
    4. Agradeço muito a você, Frederico, que me vê desta maneira, e me incentiva com tanto carinho.
      Retribuo seu abraço e deixo com vocês minha amizade.

      Excluir
  2. Maravilhosos os poemas...todos eles..Abraços literários à todos!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Mauricio, semanalmente temos uma preocupação de editar poemas com um bom conteúdo, além de contos, crônicas e artigos. Agradecemos muito sua visita e comentário.
      Natanael Lima Jr
      Editor

      Excluir
    2. Obrigada, Maurício. Concordo com você com relação aos poemas dos meus companheiros neste Domingo com Poesia. É um prazer e uma honra ter sido escolhida para estar na companhia de escritores como eles. Abraços para eles e para você e o Natanael.

      Excluir
    3. Obrigada, Maurício. Concordo com você com relação aos poemas dos meus companheiros neste Domingo com Poesia. É um prazer e uma honra ter sido escolhida para estar na companhia de escritores como eles. Abraços para eles e para você e o Natanael.

      Excluir
  3. Almésio, tão repleto em poucas linhas. Jade, na despedida de sentimentos que se vão, mesmo que fiquem para sempre. Lindo. Lula Côrtes: sim, esse é o vazio de certas noites de uma profunda agonia. Muito lindo. Marco Pólo, senti o frio do silêncio que a alma congela e a extensão sem limites dessa angústia. Frederico Spencer e os dúbios e incertos caminhos do coração e dos desejos. Parabéns a todos pela qualidade das poesias e ao blog pela excelente escolha. Bom domingo para todos.

    ResponderExcluir

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima