domingo, 1 de julho de 2012





Este é um mês muito especial para todos nós que fazemos o blog Domingo com Poesia, um blog plural, literário e genuinamente pernambucano.

Repartimos a primeira fatia do bolo de aniversário do 1º ano de postagem aos nossos colaboradores, poetas, seguidores, simpatizantes e aos milhares de leitores espalhados pelo estado, em algumas das principais capitais brasileiras e agora em alguns países da América do Sul e da Europa. Tudo isso é fruto da persistência e determinação de poucos que ainda sonham com um mundo mais justo, fraterno e solidário.

"Uma pitada de poesia é suficiente para perfumar um século inteiro", José Saramago.

Natanael Lima Jr
Editor



“O domingo com poesia, é fruto da feliz inspiração poética do acadêmico cabense Natanael, que enamorado pela poesia, piscou os olhos, namorou e casou com ela primeiro e depois com Ângela e hoje vive uma permissiva bigamia e são felizes para sempre, apesar das crises de ciúme!”

Elias Gomes, Prefeito do Jaboatão dos Guararapes.



“Parabéns, poeta Natanael Lima Jr., pela brilhante iniciativa de criar o Blog. O domingo ficou ainda melhor com poesias. O seu Blog, poeta, é um lenitivo, um bálsamo para os aflitos e carentes corações de um povo sofrido, guerreiro e que precisa do alimento que a poesia nos oferece.”

Antonino Oliveira Júnior, poeta, membro da Academia Cabense de Letras e editor do Blog de Antonino.



“Domingo com Poesia vara a semana acalentando almas. Generoso, Natanael expõe com doçura o melhor da poesia, incluindo a belíssima poesia popular nordestina. Milhões de domingos infinitos ao seu blog e a todos os seus leitores, poeta.”

Paulo Rocha, escritor e editor do Jornal Gazeta Nossa.



“Sei das dificuldades em desenvolver iniciativas desse tipo, sou solidário a esta iniciativa e agradeço o esforço realizado em apoiar a poesia em suas diversas ramificações. Obrigado Natanael Lima por este brilhante projeto.”

Cobra Cordelista, poeta e compositor.



“Natanael, parabéns mesmo pelo espaço de resistência literária e pela resistência para mantê-lo já há um ano com a qualidade que ele tem. Comecei a acompanhá-lo há pouco, mas tenho me deliciado com o bom gosto estético de suas postagens. Mais uma vez, parabéns!”

Gerusa Leal, escritora e editora do Blog Flor-de-Gelo.



Literatura e Internet

Frederico Spencer*








Atualmente há uma discussão sobre o impacto da internet na literatura e também sobre a desenvoltura da mesma na rede mundial de computadores. No calor dessas discussões há os que creem tanto na morte dos livros de papel como também na morte da linguagem, que perde seu rigor formal, através do toque rápido do teclado, que busca suprimir o tempo deformando em muitos casos o corpo das palavras, violentando o texto através de uma morte asfixiante. Desta maneira o tempo, patrão de todas as horas e de todas as discussões abre novos caminhos nos mostrando inclusive, na aridez das coisas e das cabeças feitas, sempre coisas novas como forma de remissão de nossos pecados.

O caminho da internet, fecundado pelas redes sociais, blogs e sites, desvendam um mundo rápido e descomplicado, onde um turbilhão de conexões se espalha rapidamente pelo mundo como rastro de pólvora. Várias pessoas se conectam o tempo todo e todo tempo, em busca de informações e novos conhecimentos. Essas conseguem acessar desde o mais isolado internauta até as redes das grandes corporações.

No caso da literatura, a internet tem agregado valor para divulgação dos lançamentos de livros, resenhas e vendas, só para falar de alguns itens. Os blogs literários têm servido como um canal extraordinário de divulgação e também de discussão, sendo este seu maior legado, além dos trabalhos de poetas, escritores, eventos literários, enfim, de toda uma gama de informações que o internauta busca. Esta relação privilegia o trabalho daqueles que se propõem a escrever e contar histórias, que saem do seu casulo para ganharem o mundo abrindo a possibilidade para o reconhecimento de seu trabalho.

Assim é o caso do blog DOMINGO COM POESIA, fruto da teimosia e empenho de um poeta que teima em não viver sitiado em seu tempo e abre-se para o mundo, levando consigo aqueles que desejam ultrapassar fronteiras e que, só através de um trabalho coletivo consegue ganhar o fôlego preciso para alçar voo. Seu ineditismo, rompendo com o individual próprio dos blogs, é o de abraçar uma causa: a da literatura e não, de um homem.

Ganha a poesia, violentada nos cárceres da mídia formal, ganha o homem em sua humanidade, através do acesso rápido e sem fronteiras de um tempo marcado pela supressão das horas.

*Frederico Spencer é poeta, sociólogo e psicopedagogo.




POEMAS DE MÁRCIA SANCHEZ LUZ E NICANOR PARRA



Último Capítulo
Márcia Sanchez Luz (SP)*

A chuva cobriu meus olhos,
mas não é chuva que lava;
é chuva que vem do peito
ferido pela tristeza

de ver um ser tão amado
se definhar dia a dia.
Não há remédio que cure
o corpo cansado e fraco.

Ninguém fica pra semente,
eu sei, mas dói constatar
que somos assim tão frágeis,

prisioneiros de nós mesmos,
da carne que nos embala
o espírito atemporal.

*Márcia Sanches Luz, poetisa e editora do Blog O Imaginário (SP)




Canción
Nicanor Parra*

Quién eres tu repentina
Doncella que te desplomas
Como La araña que pende
Del pétalo de uma rosa.

Tu cuerpo relampaguea
Entre lãs maduras pomas
Que el aire caliente arranca
Del árbor de La centolla.

Caes com el sol, esclava
Dorada de La Amapola
Y lloras entre los brazos
Del hombre que te deshoja.

Eres mujer o eres dios
Muchacha que te incorporas
Como uma nueva Afrodita
Del fondo de uma corola?

Herida en lo más profundo
Del cáliz, te desenrollas,
Gimes de placer, te estiras,
Te rompes com uma copa.

Mujer parecida AL mar,
-Violada entre ola y ola-
Eres más ardiente aún
Que un cielo de nubes rojas.

La mesa está puesta, muerde
La uva que te trastorna
Y besa con ira el duro
Cristal que te vuelve loca.

*Nicanor Parra, poeta, nasce el 5 de septiembre de 1914 en San Fabián de Alico, ciudad agrícola y campesina situada a 400 kilómetros al sur de Santiago de Chile, Premio Nacional de Literatura (1969).



2 comentários:

  1. O dia do sol fora reservado ao vinho bacântico e a embriaguez poética: eis a essência do festejado blog Domingo com Poesia.
    Entre o sábado festeiro e a segunda fastiosa, ergue-se pulsante o Domingo que, por Natanael, figurativamente limado, nos convida à danação da ética do pó que a tudo corrói e ressignifica na vida. Sem poesia a vida até existiria, mas pouco dela se extrairia. Eis sua importância.
    Parabéns ao Domingo com Poesia em seu primeiro aniversário!
    Parabéns ao poeta Natanael Lima Jr.

    Adriano Marcena
    Dramaturgo, escritor historiador.

    ResponderExcluir
  2. Agradecemos suas palavras e a deferência amigo.
    Natanael Lima Jr

    ResponderExcluir

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima