domingo, 2 de outubro de 2011


Natanael Lima Jr lança “À espera do último Girassol” na Bienal Internacional do Livro de Pernambuco



O poeta Natanael Lima Jr lançou o seu mais recente livro “À espera do último girassol & outros poemas” na VIII Bienal Internacional do Livro de Pernambuco, nos dias 25 e 29 de setembro, na Plataforma de Lançamentos da UBE-PE e no stand da Secretaria de Desenvolvimento Social da Prefeitura do Jaboatão dos Guararapes, respectivamente. Nas duas ocasiões o poeta falou sobre o livro, a sua produção poética e o blog literário que edita.


Natanael Lima Jr


Elegia às coisas que faço
(sobre tema de Mário Quintana)

no poema que me traço
ameaço e abraço
torturo e afago
às vezes me faço místico
às vezes me faço louco

às vezes me faço coisas
restos
migalhas
esperanças

às vezes coisas fazem
renascem
brotam
ressurgem

no poema que me traço
eternamente me busco
passo a passo
frente a frente
lentamente

no poema que me traço
todas as coisas
um dia existirão




Antonino Júnior*


Fugaz

Mesmo que não seja eterno,
O teu sentimento,
Companhia da minha solidão,
Acalenta meu ser
E alimenta essa paixão
Que nasceu no teu olhar
E cresceu na sublimidade
Do toque das tuas mãos,
Dos teus lábios...

Um gesto teu,
Um único gesto,
Um desejo santificante
Que reveste-me de paz
(a paz do teu amor)
Ainda que fugaz.

(do livro Grávidos)

*Antonino Júnior é poeta e da Academia Cabense de Letras.




Jairo Lima*


Antídoto

Enferma alma, agonizante e febril
És sensível a vibrações sutis
As más que tens e terás, quem sabe, abriu
O pensamento, porta pras mazelas vis.

Como hoje, agora, sempre antes se viu
Que nada vem que não se quis
E no desânimo quem assim seguiu
Acabou finando-se infeliz.

Tomais como antídoto, simples decisão
Contra os males que te reduz
E a tortura da tua sofreguidão

Outros curaram com a fé em Jesus
E o que pra ti seja eterna escuridão
Foi para outros, apenas falta de luz

(do livro Antídoto – poemas em defesa da autoestima e outras prescrições)


*Jairo Lima é poeta e da Academia Cabense de Letras.




Ivan Marinho*


Alberto da Cunha Melo

Condenação e sacerdócio
Fazem de alguns homens Deus,
Onipresentes nas veias
Do universo ateu.
E nas plagas da ausência
Descortinam intenções
Nunca, jamais percebidas,
Incrustadas nas ações.
Santificam heresias
Em planos da divindade
E apesar de altos vôos
Só do chão cavam verdade.
E até parecem gratos
Da condenação de ver,
Assim como a assumir
Um sacerdotal dever
De levar fogo ao trono
Fazendo acordar do sono
As colônias do poder.

*Ivan Marinho é artista plástico, poeta e da Academia Cabense de Letras.




Juareiz Correya*


O poeta-inventor Paulo Bruscky e a polícia federal

Preso pela repressão
acusado de "subversão"
Paulo Bruscky deu uma irreverente lição.
Diante do delegado especial
que o interrogou
sobre o que ele fazia
(arte em tudo
por toda parte)
respondeu ao repressor-censor :
- Tudo o que faço é Arte.
- Então eu posso fazer qualquer coisa
e chamar de Arte?
- Se você fizer, não.
Se eu fizer é ARTE!
(Recife, 30/setembro/2011)

*Juareiz Correya é poeta, contista e editor.




Lula Côrtes
(1949 – 2011)


Remédio

Tem o poder analgésico, essa mulher
E a dor se esvai assim que ela chega
E se aconchega
E nos amamos tanto
Que sinto que ela gosta e me deseja

Será eterna, ela pra mim?
Será pra sempre?

E assim que ela se vai
De novo estou doente

Mas... de uma maneira totalmente diferente

É que a desejo pra mim
Bem mais e mais
É que a desejo pra mim
Molhada e quente

(do livro Amor em Preto & Branco)


*Lula Côrtes foi cantor, compositor, artista plástico e poeta. Faleceu na madrugada de  26 de março de 2011, aos 61 anos.





Anderson Barretto*


Jus


Te mostro o caminho,
mas você vai sozinho.
Eu sirvo de placa,
e não de ponte.
No máximo, um poste.
Não se aproveite da minha bondade!
Só te mostro a luz, se você fizer jus.
Não é justo?



*Anderson Barretto é comunicador social, jornalista, gestor de mídia, professor de literatura e poeta.



Um comentário:

  1. Ótima seleção e obrigado pela divulgação, amigo poeta!! Abs!!

    http://multipersonalismo.blogspot.com/

    ResponderExcluir

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima