segunda-feira, 1 de maio de 2000


YTTÉRBIO HOMEM DE SIQUEIRA

(Natal/RN, 1932 – PE, 1981)
  

Poeta, advogado e historiador. Era potiguar da cidade de Natal mais sua curta vida foi marcada pelo Recife e por Olinda. Era um poeta extremamente místico, preocupado com a visão dos grandes visionários. Para Jorge de Lima “seu canto era biográfico” e sua poesia “a vida verdadeira”, como disse Manuel Bandeira. Recebeu influência de Jorge de Lima, Ângelo Monteiro, William Blake, Georg Trakl, este último o grande impressionista austríaco.
Principais Obras: Abismo intacto (1961); Nordeste abismal (1980).
  

Salmo a Melquisedeque

A Nilo Pereira

Se a essência da luz desabrochasse
e se todos os cristais se dissolvessem,
não teriam a luz e o som daquela prece.

Neblinas, íris,
rosas e cores,
Silfos e Elfos,
flautas de prata,
brisas, sonatas,

nada é tão belo como aquela prece:
túnica de luz, cristal e lua
que as mãos sonoras da música tecem.

Ai, nada existe como a imensa prece
do grande solitário cujo nome
nem mesmo os anjos do senhor conhecem.



0 comentários:

Postar um comentário

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima