domingo, 30 de março de 2014


O Conto da Semana

As estrelas do Coronel (conto) de Fernando Farias


Foto: Reprodução

No meu último pau de arara eu vi estrelas nos ombros do coronel, que sorria aos gritos “confesse, revele, dedure.” Confessei. Mas ele não acreditou no meu amor pela militante bonita, de blusa vermelha e palavras de ordem estudantis. No pau de arara. O pau dentro de mim. O pau quebrando meus dentes e costelas. No meu último Pau de Arara o gorila acertou minha mente e apaguei de dor. Voltei às estrelas.





15 comentários:

  1. Parabéns Fernando. Esse conto é muito forte.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Fernando! É forte e em poucas palavras expressa o tamanho da dor, pela agressão física, ao direito de pensar e expressar idéias. Doe na alma.

    ResponderExcluir
  3. Forte como um soco no estômago, "o pau quebrando dentes e costelas.".Mas excelente, Fernando Beijão

    ResponderExcluir
  4. Parabéns meu amigo Fernando, pelo belíssimo conto, que em poucas palavras, traduziu a dor desgraçada, dos que padeceram dessa ditadura cruel. Beijos dessa que te gosta muito, Lígia Beltrão

    ResponderExcluir
  5. Incrível e horrorizante, como existem pessoas que acreditam e defendem que este foi um tempo bom. Bom foi o tempo que esse tempo passou! Parabéns! Daniel Alves

    ResponderExcluir
  6. Maravilhoso o conto. Fiz uma contextualização com a nossa violência social que vivemos e todo e qq tipo de repressão vivida. Infelizmente essa mancha negra da nossa história é cruel e ainda existem pessoas que sentem saudades do governo militar.
    Ladjane Simões

    ResponderExcluir
  7. Parabéns pelo seu trabalho, que como sempre nos faz sentir dentro dos versos

    ResponderExcluir
  8. parabéns Fernando Farias,desse conto eu gostei!!!
    Maria do Socorro jane

    ResponderExcluir
  9. LEGAL OS TROCADILHOS, MAS É DANADO SABER QUE NÃO É FICÇÃO. NEM AS ESTRELAS, NEM O PAU.

    ResponderExcluir
  10. "Fernando super parabéns! Um conto como poucos, forte, denunciador, e... poeticamente apaixonado. Coisas dos seres sensíveis."
    Célia Labanca

    ResponderExcluir
  11. Parabéns, Fernando. Muito bom!! Adorei!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo belo texto.

    ResponderExcluir
  13. Dificil transformar dor em poesia.vc conseguiu.parabens.sonia bierbard

    ResponderExcluir

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima