domingo, 13 de abril de 2014


O Conto da Semana

Garota de programa (conto) de Dalton Trevisan*

 Dalton Trevisan/Foto: Arquivo DCP

Puta, não senhor. Garota de programa. Não sei de nada. Só que fui presa. Fazia um lanche com minha amiga Jussara. O nome do bar não lembro. Fica lá na Riachuelo, não tem erro.

Mãe de duas meninas fofinhas que... Sim, já usei droga. Custou, mas me livrei. Bem um ano que to limpa. . O meu cara trazia da favela.
Tá preso por ladroagem, um tal de Edú.

Quando me prenderam tinha a grana certinha do celular da minha amiga Jussara. Tava sem a bolsa e pediu para que guardasse para ela. Eu ia pagar na farmácia 24 horas.  É minha vizinha e a gente anda junto.

Com droga nunca transei. Ligadona só na birita. Como vim parar aqui? De nada não lembro. E descobri que fui presa?  Só no dia seguinte. Tão bebum, sabe como é.

São duas filhas, duas boquinhas de fome. E tenho de sustentar, né? Naquele dia tava no bar. E chegam os tais senhores. Se apresentam como da polícia e vão logo me enchendo a cara de porrada.

Uma semana aqui na delegacia. Inchada e roxa, só olhar para mim. O chefia acha que se tivesse toda essa grana que falam eu ia ficar sete dias na cadeia?

Não conheço os caras que foram presos. Se lidam com droga isso é com eles. Olheira de traficante, eu? Imagina!

Comigo não tinha pó nem pedra. Pra dizer a verdade, só fumei um baseado e queimei uma pedra lá pelas cinco da tarde. Aí é que começo a beber. Mas nada sei de droga nenhuma. E provo pelo dono do bar. Viciada, euzinha? Só na birita.

Falar nisso, achei na bolsa a conta do telefone. Mas o dinheirinho contado sumiu, né? Vá saber quem pegou.

Pode me encontrar no Passeio Público. Lá no meu ponto de trabalho. Puta, não senhor.

Sou é menina de programa, às ordens.
Recados com a Jussara.
  

*(In O maníaco de olho verde, p. 73/74)





Um comentário:

  1. Muito bom, gosto dessa crueza, da realidade dita sem entretantos. Gostei.

    ResponderExcluir

  • a literatura em sua rede

    ano IV


Editores: Frederico Spencer, Natanael Lima Jr e Thiago Lima